Tuesday, May 23, 2006

Chimarrão, a bebida proibida?

Graças a colaboração de amigos, eu estou com estoque de erva-mate aqui na Holanda. Volta e meia, então, eu preparo aquele chimarrão para matar um pouco a saudade do meu Rio Grande do Sul. Entretanto, enquanto eu estou preparando ele na sala de convivência do meu grupo, sempre aparece algum curioso para perguntar que droga é aquela. Após uma boa gargalhada para o vivente ficar com cara de sonso e não fazer mais perguntas non-sense como essa, eu explico que aquela "droga" se chama chimarrão e ainda demonstro como se prepara. Mesmo assim sou obrigado a ouvir na maioria das vezes que a erva-mate se parece com folha de coca ou algum tipo de marijuana.
Já fui até seriamente aconselhado a não tomar chimarrão em público, a perigo de eu ser "convidado" a prestar depoimento na delegacia e a aguardar pela análise do "material" (chimarrão). Uma coisa interessante com relação as drogas daqui. Embora maconha e cogumelos "mágicos" podem ser livremente comercializados em locais autorizados (coffee shops), o consumo de drogas nas ruas não é permitido. Drogas devem ser consumidas nos locais autorizados ou em casa, mas não em público. Meus amigos holandeses alegam que como a polícia daqui não conhece o chimarrão, eles podem desconfiar que eu estou usando algum tipo de droga não identificada. Pode isso??? (hahahaha)
Não tentei fazer isso ainda, mas juro que estou com vontade de tomar meu mate em público, só para ver o que vai acontecer :P
Bom... enquanto eu não fizer isso, vou continuar tomando meu mate num lugar mais seguro: a minha sala de trabalho ;)

11 comments:

Roberto Jung Drebes said...

Cara, o melhor e mais simples é tu dizer que é um chá.

Abraço!

Anonymous said...

Uma vez eu estava embarcando num vôo internacional com um quilo de erva mate na minha bagagem de mão. Eu tava todo cagado e caso desse algum problema, eu teria como jogar a erva fora. Seria melhor do que revistarem toda a minha bagagem. Daí na alfândega, eu perguntei para o fiscal se teria algum problema eu viajar com aquilo. O fiscal, com toda aquela delicadeza de fiscal da alfândega, me olhou sério, fez aquela cara de “só me faltava mais isso”, e perguntou:
- Isso explode?
Depois que eu fiz uma cara de chocado e disse que não, só faltou o fiscal me enxotar dalí. Saí com o rabo no meio das pernas... :-P

Huff

Kaqui said...

somente duas palavras:

QUE INVEEEJAAAAAAAAAAAAAA!!!!

Guillermo said...
This comment has been removed by a blog administrator.
Guillermo said...

Qualquer problema manda os policiais tomarem e sentirem o efeito alucinógeno no chimas.
Eu até já achei erva pra vender aqui na Itália. Em geral é a argentina, mas já vi a gaúcha também.
Abraços.

Anonymous said...

AÍ TU MATA A MÃE DO CORAÇÃO......HAHAHAHAHAHAHAHAHA
BJOS, DA TUA IRMÃ PREFERIDA

Lenice said...

kakakakakakaka
quem diria q o pobre do chimarrão fosse te causar tantas explicações...

só não vai inventar de sair na rua...
tua mãe tem um treco.. bem como a mari disse!

bjos

Anonymous said...

qdo os cariocas q nao conhecem chimarrao experimentam eles dizem "ahh é tipo um chazinho"

Daniel Avozani said...

e aí meu grande amigo tjago! Daniel Avozani
se tú soubesse da vontade que tenho em estar por aí nesta hora, tú nem imagina.
daqui uns dias tenho terei mais tempo pra nós conversar, abraço daniel
cuidado com a erva, pode ser arma biológica. ahahahaahahah

Anonymous said...

Vem cá, não vai me dizer que quando os holandeses olham o símbolo do Grêmio na tua sala eles dizem:

"- Ei, não é aquele time que perdeu o mundial pro Ajax ??"

Maicon

Mari said...

oiii


tudo bem... estava mechendo nos blogger e encontei o seu...


achei bem legal, dai to comentando...
gostei do seu signo.. hehe

é pq eu faço aniversário dia 11/10...Librianos.. hehe quase juntos...

se quizer pode me adicionar no msn: maryborssatto@hotmail.com


abraços